“Loja 112 – Loja das Vespas” – Espaços e ideias #3 

Outra das três entrevistas realizadas a espaços de comércio emergente aconteceu a 5 de Dezembro de 2013 na Loja das Vespas ou Loja112, que dá o nome à sua loja online.

Ideia e conceito

“A ideia surgiu após uma visita a uma pequena loja em Milão. Os artigos e ambiente daquele espaço serviram de inspiração e a Loja112 nasceu do encontro de 3 amigos formados nas mais diversas áreas, como a contabilidade, marketing e vendas e design de interiores.

O entrevistado considera que tudo é inovador no seu modelo de negócio, sendo único em todos os aspectos e descreve o conceito da sua loja, como “Retro Metropolis” onde a ideia é ter uma grande variedade de objectos retro ligados à Vespa.”

Actividade

“O espaço está aberto há cerca de 4 anos e actividade tem vindo a melhorar ano após ano, tendo cada vez maior afluência de clientes, que vêm de uma grande variedade de países.
Loja 112 - Vespa - 1
O entrevistado diz não ter identificado grandes dificuldades iniciais exceptuando a parte do financiamento, pois segundo o mesmo, “se soubermos dirigir o produto e transmitir a mensagem os clientes acabarão por nos visitar”.

Antes da sua fixação em tal espaço na Rua Mouzinho da Silveira, o local era ocupado por uma “mercearia moderna que tentava imitar o antigo que não teve muito sucesso”, já se encontrando vazio vários anos antes da sua chegada.

O empreendedor relata vários episódios de dificuldades de licenciamento, ainda estando a decorrer diversos processos, mesmo ao fim de 4 anos. “A burocracia é um grande entrave”, diz e descreve o negócio como sofucante devido à crise e incertezas existentes.

Loja 112 - 2O antigo contabilista, identifica o mês de maio como o mês de maior afluência e diz que a afluência diária é demasiado inconstante para ser possível identificar um padrão. O empreendedor também nos diz que o que o grupo de clientes é muito diversificado, havendo pessoas de todas a idades e classes. Sendo o turista um bom cliente.
A sua estratégia de comunicação passa, em grande parte, pela sua maneira de estar e abordar o cliente, tenta criar laços de amizade sempre que possível e tenta deixar os artigos respirar e falar por si, o que leva a que a divulgação boca a boca seja um veículo de comunicação bastante importante para a “Loja das Vespas”, que faz uso do Facebook e tenta estabelecer parcerias com clubes de motas.”

Localização

“Quanto à rua, descreve-a como antiquada e pouco original, dizendo que contrariamente ao que tentou fazer com o seu negócio, os restantes ali fixados são demasiado semelhantes, sem traços únicos e desfazados do espírito da cidade, dando a venda do Galo de Barcelos como exemplo. O empreendedor diz que procurou um espaço na baixa do Porto por ser um ponto de concentração de turismo e movimento, não especificamente naquela rua, mas acabou por se fixar ali por ser o espaço que melhor condições lhe oferecia.

Considera que a movida do Porto não tem grande impacto no negócio, muito por causa do seu horário de funcionamento e que existe uma falta de originalidade na baixa do Porto, o que contrasta com o que já foi dito anteriormente sobre o “Bairro das Artes”, mas descreve a evolução da cidade como positiva.”                                                                                                                                                                                                                                                                   Requalificação - Mouzinho da Silveira

Actualmente a Loja das Vespas encontra-se na Rua da Alegria. O edifício onde se situava sofreu profundas alterações e a Rua Mouzinho da Silveira evoluiu bastante, tendo ganho uma nova vida, com mais e diferenciados espaços e um edificado totalmente requalificado.

Facebook: https://www.facebook.com/lojacentoedoze/

Website: http://www.loja112.pt

Fonte:  Fotos